Instagram
Por que bons líderes são convictos

A convicção em um líder é um traço muito valioso. Porém essa característica é, cada vez, mais rara. É difícil encontrar um profissional que lidere com confiança, porque, atualmente, a reação mais comum frente a um problema é sentir medo.

À medida que aumenta a incerteza quanto à carreira, o cérebro cede o controle para o sistema límbico, região onde as emoções como ansiedade e pânico são geradas. Esse mecanismo, que não evoluiu desde a época das cavernas, é um obstáculo no mundo dos negócios, onde a incerteza reina e decisões importantes devem ser tomadas todos os dias.

O ser humano precisa ter certeza. É natural do ser humano querer ter certeza das coisas. Isso é tão natural que o subconsciente pode monitorar e armazenar informações de todo tipo, que o cérebro usa depois para “prever” o futuro. E isso não é só um truque da mente – é o objetivo principal do neocórtex, que é 76% da massa total do cérebro.

Grandes lideranças requerem convicção. No mundo dos negócios, as mudanças ocorrem tão rápido que não é possível prever o que vai acontecer em um futuro próximo, muito menos daqui um ano. A incerteza toma conta da energia mental das pessoas e as tornam menos efetivas em seus trabalhos.

O cérebro interpreta a incerteza como uma ameaça, que libera uma dose de cortisol (hormônio relacionado ao estresse) para o resto do organismo. Esse hormônio causa perda de memória, destrói o sistema imunológico e aumenta o risco de pressão alta e depressão.

Leia a matéria completa em: Forbes

Instagram