Instagram
Os erros de português das empresas nas redes sociais

Neste texto, comento sobre o uso da Língua nas mídias sociais. Mais que somente questões gramaticais – normativas – demonstrar habilidade comunicativa pode abrir valiosas portas à sua empresa ou à sua carreira.

É impressionante como a maioria dos chamados “posts” desprezam a pontuação do vocativo, em formas como: “Bem-vindo parceiros” ou “Bem-vindo clientes”.

Vocativo, função sintática responsável pelo chamamento, deve fazer uso de vírgula, dois-pontos ou exclamação: “Bem-vindo, clientes!”.
Além da pontuação que envolve a forma de evocar, é muito comum o deslize em relação à concordância verbal, em frases como esta: “Tem gente que vai morrer de amores com as coisas que os nossos produtos faz.”. Eita! Morrer mesmo? Faz? Por que não algo mais simples, direto, elegante, adequado, como: “Você amará os nossos produtos!”.

Outro ponto a ser observado está no uso do acento grave. Já viu a frase “Um excelente dia à todos!”? Lamentável uso, já que antes de expressões de generalização não se usa esse acento. Quando encontrar “a”, no singular, e o termo posposto no plural, jamais aparecerá o grave: “Um excelente dia a (para) todos!”

Como estudioso da Língua, não defendo o preciosismo a fim de que o profissional alcance mais pessoas; defendo, pois, a simplicidade na construção textual.

Por isso, é vital que se faça a programação do conteúdo a ser publicado na internet. Você certamente conhece alguns casos de personalidades que excedem no subjetivismo da “postagem”; não verificam questões gramaticais (aliás, aqui em São Paulo, ocorreu isso com o Secretário de Educação); não tratam a internet como extensão da empresa, carreira, negócio. Resultado disso? Perdas.

 

Fonte: Exame

Instagram