Instagram
O problema do Brasil não é econômico. É a crise da falta de liderança

O que vou falar nesse artigo pode parecer um pouco radical, mas nós que trabalhamos diariamente no desenvolvimento de pessoas e empresas não podemos nos calar com tudo que está acontecendo nesse momento tão delicado para nosso Brasil.

A causa principal dos problemas que estamos amargamente vivendo não é a crise econômica, tão pouco a crise política. Não é a inflação nem o desastre da nossa balança comercial. O Brasil empobreceu tanto no aspecto econômico quanto na qualidade das pessoas de que nos lidera.

Afinal qual é o grande causador desse ambiente hostil e perigoso que maltrata a população brasileira há anos? A questão é muito simples: o grande vilão é a decadência das lideranças, que decidem mal, gerenciam sem metas e resultados e não aplicam estratégias de liderança moderna.

Diferentemente da inciativa privada, milhares de gestores ocupam cargos públicos estratégicos em nosso país com o desafio de conduzir brasileiros e projetos, contudo, sem uma preparação específica de Liderança de Alta Performance, ocasionando perda de resultados, frustração generalizada e grandes equívocos na condução do povo.

Esses gestores que se preocupam em adquirir competências como persuasão do eleitorado, negociação e comunicação não se prepararam adequadamente para migrarem da posição de “comunicadores” para Líderes, que possui um grau de complexidade e de valores pessoais muito maior.

Depois de muitos anos de pesquisa, no meu mais recente livro Triunfo da Liderança (ed. Atlas) defino que o Líder é a pessoa que comanda, conduz, influencia e inspira uma equipe para o melhor caminho possível e para o sucesso sempre, gerando benefícios mútuos, isto é, as pessoas se tornam mais bem-sucedidas, a sociedade prospera e o próprio Líder ao chegar nesse estágio de transforma num grande condutor do progresso.

Os Líderes profissionais de alta performance cooperaram com as pessoas com ética e sem usar artifícios duvidosos, para que as pessoas, indistintamente de classe social, alcancem melhores patamares de informação, educação e qualidade de vida.

O líder que pensa somente em si e nas benesses que precisa distribuir para certos grupos de  interesse, visando apoio próprio ou enriquecimento não deve ser chamado de Líder, pois a liderança não se conquista comprando pessoas, projetos e empresas e sim pelo legado positivo que proporciona às pessoas e à sociedade.

Para que um gestor que lidera grupos de pessoas seja considerado um Líder de verdade existe alguns pré-requisitos e valores que recomendo você refletir:

1.      Proporcionar às pessoas exemplos positivos e éticos

2.      Comandar, conduzir, influenciar e inspirar pessoas para o bem

3.      Conduzir projetos que tragam benefícios mais para todos

4.      Ensinar a pescar ao invés de dar o peixe

5.      Não ludibriar as pessoas com mentiras, pois sempre são descobertas

6.      Não desestimular as pessoas, mesmo em tempo difíceis

7.      Ouvir as pessoas e aproveitar os ensinamentos para melhorias

Diante disso você já deve ter percebido que estamos vivendo uma crise de falta completa de liderança sem precedentes em que as riquezas de nosso país estão sendo utilizadas para benefícios pessoais. Por isso, tenho duas sugestões: a) sugiro que aquelas pessoas do poder público que agem dessa forma, comecem a agir agora mesmo respeitando os valores do verdadeiro Líder e se espelhem na iniciativa privada que utilizam as melhores práticas de gestão de pessoas; b)sugiro também que a população faça a distinção entre pseudos líderes que somente pensam em si e os Líderes de verdade que querem desenvolver nosso país.

Assim teremos uma sociedade mais justa e digna de alcançarmos o primeiro mundo.

* Roberto Madruga é uma referência nacional como Consultor, Coach, Instrutor, Palestrante e Escritor premiado, reconhecido por sua multidisciplinaridade, experiência prática e criação de métodos estruturados na área de Consultoria e Treinamento. Mestre em Gestão Empresarial, Pós-graduado em Marketing, Pós-graduado em Educação, Especialista em Qualidade, Master em Programação Neurolinguística – PNL pela International Association of NLP Institutes, Coach Executivo e Coach de Carreira certificado pela ICI – International Association of Coaching Institute. Professor de MBAs da FGV, PUC, UFRJ e IBMEC. Madruga é fundador e CEO da ConQuist (www.conquist.com.br).Autor de 5 livros, dentre os quais três foram premiados.

 

fonte: http://www.jb.com.br/sociedade-aberta/noticias/2015/11/19/o-problema-do-brasil-nao-e-economico-e-a-crise-da-falta-de-lideranca/

Instagram