Instagram
Deu no jornal – O Dia

Roberto Madruga: A crise da liderança é tão grave quanto a econômica

É muito nítida a diferença entre um líder de verdade e um gestor despreparado

“Investir nos líderes é a bola da vez.” – (Roberto Madruga, CEO da RH ConQuist Brasil)

Rio – Há muitos anos lido com programas avançados de treinamento e desenvolvimento para líderes. É muito nítida a diferença entre um líder de verdade e um gestor despreparado, que causa estragos por onde passa. Uma pessoa com poder, porém sem preparo, é como um furacão: só deixa destroços.

Um dos maiores vilões que travam o crescimento do Brasil é o despreparo das lideranças, que decidem mal, gerenciam sem compromisso de resultados, negligenciam metas e não aplicam estratégias modernas. Parcela dos gestores que ocupam cargos estratégicos em nosso país não possui preparação específica para liderança de alta performance, ocasionando perda de resultados, frustração generalizada e grandes equívocos na condução da sociedade. Isso se observa tanto na iniciativa privada quanto em instituições públicas.

Muitos gestores, por focar suas competências em persuadir e entreter as pessoas, não se prepararam adequadamente para migrar da posição de ‘comunicadores’ para líderes. Comunicar é um dos ingredientes para a liderança; contudo, não é a substituição da mesma. Liderar é um compromisso mais complexo que exige a aplicação de inúmeras estratégias, valores pessoais e coletivos elevados.

Liderança é algo nobre e sensível, por isso precisa ser exercida por pessoas preparadas e selecionadas. Depois de muitos anos de pesquisa, apresentei no meu livro ‘Triunfo da Liderança’ (ed. Atlas) que o verdadeiro líder comanda, conduz, influencia e inspira pessoas sempre para o melhor caminho, gerando benefícios mútuos, isto é, as pessoas se tornam mais bem-sucedidas, a sociedade prospera e o próprio líder, ao chegar a este estágio, se transforma num grande indutor do progresso.

Pense nas empresas mais bem-sucedidas que você conhece, confia e admira. Tenha certeza de que ali os líderes são treinados com metodologia moderna, exigidos, avaliados e incentivados a cumprir metas, gerar resultados e proporcionar crescimento. Cooperam com as pessoas com ética e sem usar artifícios duvidosos, permitindo que alcancem melhores patamares de informação, educação e qualidade de vida.

Portanto, não adianta resolver os problemas do país apenas com estímulos econômicos, pois a parte mais estruturante e urgente do Brasil é feita de pessoas. Investir nos líderes é a bola da vez.

Roberto Madruga é consultor e fundador da ConQuist

 

 

Fonte: Jornal O Dia

Instagram