Instagram
Como a Bloomberg introduziu a diversidade na prática

Sem se importar com a origem, idade, gênero, orientação sexual ou habilidade dos candidatos, a empresa de mídia está se estruturando para atrair os melhores e mais variados talentos

 

Com mais de 15.500 funcionários espalhados em 192 países, a Bloombergcontratou uma líder de inclusão e diversidade para fazer, de fato, o discurso virar prática. A americana Erika Irish Brown entrou para a empresa de mídia e tecnologia há pouco mais de oito meses com a missão de assegurar um ambiente inclusivo para todos, sem importar a origem, gênero, idade, orientação sexual, religião ou cultura. Pela primeira vez no Brasil, a executiva falou a VOCÊ RH durante a 2ª Semana da Diversidade, realizada em outubro, no escritório de São Paulo.

 

 

Quando e por que a Bloomberg decidiu estruturar um programa de diversidade?

A estratégia começou na Bloomberg há cerca de três anos, como um subtema da liderança. Agora ela envolve todo o time. Nosso principal executivo, Peter Grauer, vê a oportunidade de atrair os melhores talentos por meio da pluralidade de pessoas. A geração atual de profissionais espera essa variedade no ambiente de trabalho e, quando a encontra, se sente conectada e motivada. Além de ser a coisa certa a fazer, a heterogeneidade também traz resultados positivos aos negócios. Acreditamos que a diversidade é um motor da inovação e da criatividade. E, finalmente, isso nos conecta aos nossos clientes, que também buscam a diversidade.

 

 

De que forma a diversidade contribui para os negócios?

Você expande a forma como dialoga, toma decisões e pensa novas soluções. Essa pluralidade acontece devido à variedade das pessoas em termos de formação, escolas, culturas ou de habilidades e orientações, como LGBT [sigla para lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais e transgêneros]. Por exemplo, a função mais recente do nosso sistema foi desenvolvida para incluir indivíduos com necessidades especiais, ajudando deficientes visuais ou auditivos a acessar as informações que precisam. Fazemos eventos sobre diversidade mundialmente e convidamos nossos clientes, e isso também contribui para os negócios.

Leia a matéria completa em: Você RH

 

Curso de Formação de Analistas e Especialistas em Recursos Humanos

Instagram