Instagram
A efetividade do Marketing nas Redes Sociais

As redes sociais cresceram enormemente nos últimos anos, possibilitando que os usuários interajam entre si, compartilhem imagens, vídeos, pensamentos, gostos e opiniões. Os internautas sentem-se seduzidos a estarem numa comunidade com amigos, familiares e colegas de trabalho, onde podem ver e serem vistos.

 

Assim, não tardou para que esses sites começassem a chamar a atenção das mais diversas marcas em todos os cantos do mundo. Com níveis altíssimos de visitação frequente e duradoura, as redes sociais tornaram-se verdadeiras plataformas prontas para a presença de um marketing bem feito.

 

Ainda, o desenvolvimento de ferramentas analíticas para entender o comportamento dos clientes facilita a utilização dessas comunidades por parte das marcas. Medindo curtidas, compartilhamentos, comentários, seguidores, assinantes, reações e quantidade de cliques, as companhias passam a compreender o que agrada ou não seu público.

 

O maior atrativo desse meio, sem dúvida, é a capacidade de múltiplos contatos com os consumidores. As empresas que sabem analisar esses momentos encontram uma melhoria em índices como taxa de conversão, interações por telefone e presenciais, recuperação de clientes e fidelidade. Contudo, é importante observar que os usuários das redes sociais não estão nelas, em um primeiro instante, por conta das marcas.

 

Para melhor engajar o consumidor, é necessário que a empresa crie uma estratégia voltada para as redes sociais. Lawrence Crosby, em artigo para American Marketing Association, levanta os 5 P’s essenciais para obter sucesso nesse meio.

 

Participação – Ser ativo nas redes sociais, provendo apoio, suporte e canais para acabar com dúvidas e guiar os clientes. Identificar as colunas que os consumidores se deparam e solucionar através de contatos, fóruns, vídeos, FAQS e chats.

 

Plataforma – Promover a integração das redes sociais com os demais canais da marca, promovendo uma qualificação da abordagem através do levantamento de dados de forma horizontal.

 

Priorização – Saber qual o nível de intensidade de aproximação para cada momento do relacionamento.

 

Plano de solução – Ter na equipe das redes sociais pessoas prontas para entrar em ação e resolver problemas dos clientes assim que identificados, criando uma experiência confortável através da técnica.

 

Processo – Planejar todo o ambiente e atuação das redes sociais, seguindo de forma consciente as ações dos clientes para saber quando e como agir.

 

Uma excelente forma de colocar esses princípios em prática é através de campanhas de marketing voltadas para as redes sociais. Elas podem assumir diversos formatos, como vídeos virais ou ações profundas de envolvimento com os clientes. De qualquer forma, é necessário atentar à confiança de quem usa o produto, alinhamento com demanda do público e incentivo à recomendação posterior.

 

Sua iteratividade cria novas possibilidades de meses em meses. Permitindo a criação de narrativas para produtos e serviços, que podem ser criados de forma colaborativa com os clientes, o setor vê seu reconhecimento em alta. Para 2019, espera-se que os gastos cheguem a 17 bilhões de dólares somente nos Estados Unidos, constatando a importância das redes sociais para as empresas que buscam se estabelecer e crescer no mercado.

Instagram